segunda-feira, 19 de novembro de 2007

A Descoberta

Nossos colegas Ígor e Harrison (2º e 3º períodos) na semana passada, por acaso, encontraram num passeio com seus pais um animal muito interessante....

Ao encontrarem esta RÃ, ficaram com pena dela e resolveram leva-la para investigar seus hábitos e sua origem...
A RÃ ficou "famosa" e foi muito bem fotografada. Ela não é uma gracinha?

Os meninos ficaram impressionados com a força de sua musculatura e com seu porte atlético!


Vamos conhecer mais sobre as RÃS?

As rãs fazem parte de um grupo de animais chamados de ANFÍBIOS. Tem a pele lisa e são excelentes nadadoras, por isso o seu porte atlético.
São animais incapazes de manter a temperatura de seu corpo constante por mecanismos internos, por isso são chamados animais de sangue frio.

A pele fina, rica em vasos sanguíneos e glândulas que possuem permite-lhes que a utilizem na respiração, absorção de água e defesa.
Quando estão com "sede", os anfíbios encostam a região ventral de seu corpo na água e a absorvem pela pele.
Reproduzem-se através de ovos que originam uma larva e que depois se tornará um animal adulto através do processo de metamorfose. Seus ovos são depositados em locais úmidos ou na água.

Quero saber mais sobre RÃS!

Fontes:
Esta é a essência de nosso trabalho: proporcionar um ensino de qualidade partindo da construção do conhecimento através da vivência e motivação de nossos próprios alunos. Por isso, a participação de todos é tão importante.

Aguardamos ansiosos por mais descobertas como essa!

6 comentários:

Gládis Leal dos Santos disse...

Ol� turma,

Quel inda esa r� j� tem um nome? N�o sei quase nada sobre esses anf�bios, na verdade tenho medo deles, apesar de saber que n�o nos fazem mal ... Vou acompanhar o blog para prender com voc�s.

beijos
prof. Gl�dis

bioblog disse...

Que linda descoberta o Ígor e Harrison fizeram, não é? Se eu não tiver enganada, esta rã se chama Rana catesbeiana e é mesma usada como alimento pelas pessoas!
------------------------
Este tipo de trabalho com crianças é fantástico! Eles realmente se interessam... E o melhor de brincar com as rãs é que elas NÃO possuem a glândula parótida ("veneno") e então são inofensivas, mas são muito escorregadias... hehehe!! Gd beijo, parabens pelo trabalho!

Thaiza Montine disse...

Descoberta maravilhooosa!
Meu filho tem 1 ano e 8 meses ainda, mas se tem uma coisa que ele adora são sapos, calangos e coisas do nível! Qdo chegar nesta época de tais descobertas, acho que já posso ir me preparando psicologicamente!!
hahaha!
Brincadeirinha gemte!Claro!Mas imagina chegar em casa e encontrar um novo 'bichinho de estimação'!
ihiihihihi!Nem sei porque estou falando assim! Já 'criei' até aranha!
Não será muita surpresa!!
[]'s

Thaiza Montine disse...

Afffff!
'gemte' não 'GENTE'!!!
Falha técnica!
hehehe!!

Osc@r Luiz disse...

Alô meninos,

Fizeram uma bela descoberta.
Eu aposto num grupo diferente da aposta da Karlla do Bioblog. A Rana catesbiana não ocorre no Brasil. É trazida de outros lugares pelos ranicultores (criadores de rãs) por causa da sua carne saborosa. Eu apostaria em um gênero brasileiro chamado Leptodactilus, ao qual pertence a rã-pimenta.
Reparem na foto que ela não tem membranas interdigitais (entre os dedos) que é uma característica da maioria das rãs estrangeiras. As nossas quebram essa regra. Essa membrana ajuda na natação. Reparem também que ela não tem ventosas nos dedos. Se tivessem, grudariam na parede, mas quem faz isso não são as rãs e sim as pererecas. Querem ver uma pra diferenciar? Viste o meu blog "By Osc@r Luiz" que lá tem uma perereca logo na entrada, grudada no meu banner e duas outras nas laterais do blog.
Sou biólogo e atuo na saúde, mas sempre gostei e estudei muito uma área da biologia chamada "Herpetologia", que estuda os Répteis e os Anfíbios.
Parabéns, meninos, pela descoberta, pelas fotos e pelo conteúdo sobre as rãs que conseguiram reunir.
Foi um prazer conhecê-los e sempre que eu puder virei visitá-los.
Um abraço a todos e uma boa semana.

Anônimo disse...

Obrigado por intiresnuyu iformatsiyu